ENTREVISTA COM FILIPA OLIVEIRA

Como foi a sua entrada no mundo da Ourivesaria?
Após terminar o ensino secundário na área de científico-natural, percebi que o meu futuro não passava por aí… Nessa altura, um amigo que tinha frequentado o CINDOR falou-me na oferta formativa do centro e decidi experimentar, já que a bijuteria era um dos meus hobbies. Foi amor à primeira vista! Apaixonei-me completamente pelo curso e não tardei a perceber que a Joalharia era o meu “dream job”.

Terminou o curso de Joalharia/Cravação em 2007.
Considera que a sua passagem pelo CINDOR foi marcante?

Definitivamente! Foi um curso muito rico em termos técnicos e com muita disciplina. Toda aquela aprendizagem foi essencial para o meu futuro, já que me proporcionou o saber e con-fiança para a conceção e produção de joias, mas também o respeito pelas ferramentas e todo o equipamento existente na oficina de qualquer joalheiro.

Como designer de joias, onde encontra a sua inspiração?
Nos mais diversos temas. O ponto de partida é sempre algo que me inspira e daí parto para um processo de pesquisa em que recolho o máximo de informação possível sobre o tema escolhido. É essa a base para o desenvolvimento de ideias e para os primeiros desenhos... Os materiais são também uma grande fonte de inspiração para mim.

Quando surgiu a sua marca de ourivesaria?
A minha marca surgiu em finais de 2011 no Reino Unido, após terminar a licenciatura em De-sign de Joias na Escócia.

Com que matéria-prima está habituada a trabalhar?
Trabalho essencialmente em prata, ouro e gemas.

Qual a peça mais emblemática da marca?
Difícil escolher... (risos) até porque, de momento, dedico-me apenas à produção de pecas únicas.
Mas talvez possa eleger duas peças…
Desde logo, um alfinete em filigrana contemporânea, da minha coleção de fim de curso. Essa peça tem um significado muito especial para mim, já que definiu o meu estilo e com ela ganhei vários concursos.
Destaco também uns brincos com turmalinas verde e em prata dourada, que a atriz Caitriona Balfe, a Claire da série de TV americana Outlander, usou no lançamento do filme Trainspotting 2. Foi uma honra muito grande para mim, já que sou uma super fã da série e também uma admiradora da atriz.

Quais serão os próximos passos da marca?
Continuar a produção de pecas únicas, contemporâneas e em filigrana.
Haverá uma grande mudança para a marca até ao final deste ano, mas terão que aguardar pelas novidades, não fosse o segredo a alma do negócio…

OUTRAS NOTÍCIAS

ENTREVISTA COM FILIPA OLIVEIRA

SOMOS CINDOR

ENTREVISTA COM PEDRO XAVIER

SOMOS CINDOR

Projeto "From a dreamer to a leader"

Programa Erasmus +

CURSO TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL DE JOALHARIA

Inscreve-te já!!!

ENTREVISTA COM MARTA BARROS

Empresa MADE TO ENVY

ROTA CRIATIVA

Dinamizar as artes tradicionais!

ENTREVISTA COM LUÍSA PEDROSO

SOMOS CINDOR